keeping the vibe

> 03 DE ABR 2017

Como já anunciamos no PLUGtronic, o Electric Zoo, festival de música eletrônica realizado pela Plus Network no autódromo de Interlagos no próximo dia 21 de abril, promete ser um dos principais eventos do ano de 2017. A data (não aleatoriamente) cai exatamente no mesmo período em que, no ano passado, seria realizada a edição nacional do Tomorrowland Brasil. Para suprir essa lacuna, temos presenciado alguns outros festivais (em escalas obviamente reduzidas) que virão de forma inédita, e pautada, no decorrer do ano.

O diferencial do Zoo é, além da temática (integração da natureza em centros urbanos, e cenografia baseada na selva e fauna animal)  ter um de seus 3 palcos dedicado exclusivamente ao reconhecido festival holandês “Awakenings”, cujos elogios são redundantes a quem visita, e a vertente que manda é o techno. Gui Boratto, por exemplo, um dos maiores e mais referenciados nomes do underground nacional, fiel a suas raízes, foi um dos representantes nacionais a terem o prazer de figurar o palco sede do evento.

O horário, que foi eleito por votação aberta na página oficial do evento, será das 16 ás 4 da manhã, e o diretor criativo do evento Jeff Wright promete “conectar as pessoas com seu animal interior”. Já foram divulgadas algumas imagens da estrutura que será montada para a ocasião:

ÁREA VIP

17629857_198960623928176_6294071775830335825_n

INTERIOR DA ÁREA VIP (COBERTA)

17626413_198960630594842_5673481798260994597_n

PROJEÇÃO SUPERIOR DE TODO FESTIVAL

17499556_198320167325555_2478894354496983329_n

VISÃO FRONTAL DO MAINSTAGE (PALCO PRINCIPAL)

16938867_185095028648069_6320777849567112668_n

VISÃO FRONTAL DO PALCO “AWAKENINGS”

17362838_199821770508728_4369018356859110224_n

VISÃO FRONTAL DO PALCO “TREE HOUSE”

17629639_200573163766922_3946446917204382001_n

Divididos em 3 palcos, as atrações são bem diversificadas – vão de Bart Skills a Hardwell, e os ingressos já estão em terceiro lote. E o aquecimento do festival você faz conosco, que traremos ainda mais informação e sets, para você conhecer o trabalho de todos os djs no line up e fazer bonito no grande dia. Começamos justamente pelo “Awakenings” onde foram selecionados os seguintes protagonistas:

17634553_200490463775192_8394247271723010704_n

Começando pela dj Anna – atualmente a maior expoente feminina em tech-house e techno do Brasil – que apresentou-se recentemente no palco “Resistance” dedicado ao segmento do Ultra Music Festival Miami (cuja audiência global superou 60 milhões de views). Motivo de orgulho para todos nós, Anna nunca pára: tem a agenda lotada, e datas fechadas nesse mês para Franca, Estados Unidos, Chile e Argentina. Confira o super set que já temos estuprado o play:

Bart Skils – holandês com estrutura musical linear e bem definida, Bart é um dos nomes consolidados na nova geração apaixonada por techno. Tendo arrastado mais de 15 mil pessoas a eventos na Europa sob sua curadoria, Skils bebe da mesma fonte de gente do calibre de Joseph Capriati e Nicole Moudaber. O set de 3 horas apresentado ao vivo em Berlin a pouco mais de um mês você confere aqui:

Enrico Sangiuliano – o italiano, desde seus 6 aninhos de idade, sempre quis criar seus próprios sons, a partir de objetos aleatórios que possuía na casa de seus pais. Daí para o mundo da música eletrônica, e para o techno em especifico foi apenas questão de tempo. Enrico já conquistou o Beatport por diversas vezes, tendo o remix da track “Can you hear me” do dj Boris ficado por 14 semanas consecutivas como a número 1 do site. E quem o apóia são djs como Sven Vath e Adam Beyer. Precisa mais?

EUDI – O brasileiro Antonio Eudi é referência em produção musical – o conhecimento é tamanho que frequentemente o vimos em lives que mesclam sons autorais com instrumentos musicais, como por exemplo, piano (vimos Eudi anteceder Erick Morillo no ano passado no Laroc Club em Valinhos e ficamos estarrecidos). Ganhador de vários prêmios no Rio Music Conference, principalmente voltados a área de artista revelação, é presença constante nos melhores super clubs nacionais e definitivamente tem talento de sobra para conquistar o mundo. Curta a nova track:

Gui Boratto – será que existe alguém que curte techno e não conhece o Gui? Um dos nomes brasileiros mais globais que existem, Gui tem um currículo de dar inveja – foi inclusive um dos escolhidos para abrirem o show de Madonna (isso mesmo!) aqui no Brasil, e já tocou nos maiores festivais do gênero no mundo todo (inclusive, como disse no inicio da matéria, o Awakenings na Holanda). Curta sua apresentação no Boiler Room:

Nic Fanciulli – o inglês, que teve as noites lotadas com mais de 5.000 pessoas na área externa do Ushuaia em Ibiza, é residente da Pachá, onde teve a noite “We are the night” e convidados como Guy Gerber, Sasha e Tiga. O sucesso foi tão grande que migrou para países como Croacia, Estados Unidos, Mexico e foi o fundador de uma das principais labels de house e techno. Além de tudo isso, ainda foi indicado ao grammy. Agora você curte o back 2 back de Nic com…. CARL COX!

Pig & Dan – Apenas uma dupla destruidora, presença sempre confirmada no Tomorrowland, Ultra e Awakenings.

Soldera – brasileiro com os pés fincados no techno, conta com todos os fins de semana lotados em sua agenda. Dono de projetos autorais, e com identidade visual renovada, foi um dos idealizadores da “pistinha” da Anzu club no interior de São Paulo, e atualmente é responsável por arrastar uma infinidade de seguidores do gênero – além de ser dono de hits autorais como a releitura de “Funk como Le Gusta”. Escute a nova track “Nagoya”:

 

Salvar

Salvar

Categoria(s):

reviews

VEJA TAMBÉM:

Ética no rolê - Vibe positiva e atitude construtiva.

Como ser uma pessoa do bem apesar de todas as circunstâncias?

Sinta as batidas da música em seu corpo com este gadget

De cara ele parece mais um daqueles smartwatches, só que não! Conheça o Basslet.

Drinks - A festa que conquistou as tardes de sábado em SP

A festa Drinks chega em sua terceira edição, e retorna ao lugar onde fez sua estreia com um super lineup.
COMPARTILHAR > COMENTAR >

CONFIRA TAMBÉM...