keeping the vibe

> 03 DE OUT 2018

O nome “Binho Uckermann” com certeza você já conhece ou ouviu falar (inclusive já citamos algumas vezes aqui no Plugtronic), porém trazemos  uma novidade ultra especial – o DJ, que conta com vários anos de carreira na cena eletrônica, está em Miami, nos Estados Unidos, e é nosso novo correspondente. Realizamos uma entrevista, e traçamos um perfil interessante de sua trajetória, conquistas e projetos futuros.
1

”Levar alegria para as pessoas através da música”

É assim o lema de Binho, que ja atua como DJ na cena LGBT brasileira a aproximadamente nove dos treze anos que tem na profissão.  Conhecido por seu carisma, essência, talento e sua sonoridade repleta de vocais e batidas marcantes, aliados a técnica em suas apresentações animadas e enérgicas que misturam as vertentes do Tribal House e Progressive, tem em sua trajetória um longo histórico de festas na cidade onde nasceu (São Paulo) e também pelas principais cidades do Brasil onde passou por grandes clubes como a Bubu Lounge, Flexx Club, The Week* Brazil (TWGT), Code Club, Blue Space, The Club International, Club33, Clash Club, Hot Hot, Victoria Haus, D.LED Club, New York lounge (em 3 cidades) além de labels parties como a Jungle Party, Fresh! a Festa, Bigger Party, Sunset Party The Week*, Code after, Selection Party, Mega Flexx, Brave Weekend e muito mais.

2

Um dos diferenciais do DJ Binho Uckermann além da sua sonoridade, é seu total cuidado com sua identidade visual, onde ele sempre traz novidades quando lança seus podcasts, com teasers e materiais gráficos únicos, inclusive para suas apresentações ao vivo, onde ele tem seu próprio backdrop, e seu projeto, chamado MOVE IT:

O Dj também é ativo em grandes ações sociais, exemplo disso é a label White Party criada pelo estilista Rogério Figueiredo em parceria com o produtor Rodrigo Zanardi da Flexx Club, pelo qual já se apresentou em 4 edições. Para quem não conhece, o projeto é realizado uma vez ao ano para arrecadar brinquedos ao natal de crianças carentes; é realizada sobre o tema “festa do branco” e somente para convidados, onde todos devem usar dress code branco e doar pelo menos 2 brinquedos novos. Todo o staff participante, além dos brinquedos, também doam seu cachê para a ação social.

Ah, aliás, você sabia que ele foi convidado, para a festa VAGABUNDOS POOL PARTY, SHOWTIME ZONE in THE MANOR, assim como, L.P.N PUTA NOTA AFTER HOURS MIAMI? E também para a GAY PRIDE OF MIAMI no PALACE BAR, a TWIST SOUTH BEACH? Sua base de fãs tem crescido continuamente tanto no Brasil quanto nos E.U.A, já que muitos brasileiros visitam o sul da Flórida com frequência. Outro projeto no qual foi envolvido é o ROYAL TEA SUNDAY.

Agora que você ja conhece um pouco sobre sua história, confira a entrevista exclusiva:

Binho, nos fale mais sobre os motivos dessa sua nova e grande mudança?
Sempre fui um pessoa que nunca gostou de rotina, sempre gostei de coisas novas e de desafios, de me desafiar a ir muito além porque eu não gosto e não me contento em viver sempre uma mesma experiência.
O mercado de São Paulo (minha cidade natal que adoro e amo de paixão e que sinto muita saudade) apesar de ter muita concorrência, conta com questões que incluem a falta de renovação e saturação da cena progressiva, onde antigas formulas são repetidas á exaustão. E eu como profissional, sempre almejei algo muito maior para mim. Focado em minha carreira de DJ, o que eu mais amo fazer é levar alegria para as pessoas através da música. Se por um momento eu puder fazer com que o publico esqueça de tudo, dos seus problemas, e conseguir levar diversão, minha missão está mais que cumprida. A minha vinda para os Estados Unidos também foi para poder conhecer um pouco mais do mercado musical internacional, e claro também poder me reciclar, conhecer outros grandes eventos e festivais de músicas e sonoridades. O mercado americano é fascinante e em minha última visita pude perceber que com meu trabalho, talento e com o meu potencial eu posso ir muito mais além e crescer muito profissionalmente. Pessoalmente também é extremamente atrativo, ja que posso aperfeiçoar o Inglês, e o espanhol devido á base latina residente na região.

4

E como é a vida nos Estados Unidos?
Eu estou nos Estados Unidos desde de abril e viver aqui tem sido uma correria muito grande. Estou em processo de abertura da minha empresa, voltada a prestação de serviços para meu trabalho como DJ e também para a realização de eventos e ações sociais. Por incrível que pareça, não é uma decisão fácil sair do nosso país e da nossa zona de conforto e ir passar um tempo fora em um outro país, ainda mais aqui, com uma cultura e ritmo de vida distintos, sem parentes ou amigos para enfrentar esse novo desafio. Mas eu posso afirmar, com a mais absoluta certeza que foi e está sendo uma das melhores decisões que eu pude ter tomado em toda a minha vida. Se eu pudesse, eu teria tomado essa decisão muito antes, mas acredito que tudo acontece na hora certa.

E quais seus projetos futuros? Pode nos confidenciar algo?
Eu quero crescer profissionalmente e pessoalmente, por isso dar inicio ao processo de abertura da minha empresa aqui em Miami, pois além de DJ, quero realizar eventos como festas (a longo prazo). Quero ajudar abrir ainda mais o mercado americano para pessoas da minha área, para os novos talentos no Brasil e de outras partes do mundo terem oportunidade de virem apresentar seus trabalhos, e também, quem sabe, trazer os selos que eu tanto admiro, para ca. Também pretendo continuar meu trabalho e investir no meu lado profissional – como montar meu estúdio de produção pois tenho muita inclinação e paixão por produzir minhas proprias tracks, e sem dúvidas a produção musical é um diferencial expressivo na carreira. Sempre fui engajado em questões sociais, e tenho ideias de projetos em parceria com Gay Pride de Miami e mais alguns outros potenciais colaboradores.

White Party, festa beneficiente realizada em São Paulo

White Party, festa beneficiente realizada em São Paulo

O que são esses projetos?
O primeiro que quero fazer é uma ação social em algumas entidades aqui em Miami , onde a ideia é levar música para crianças e pessoas carentes, e com essa iniciativa incentivar a arte musical, e despertar talentos que não seriam possíveis sem esse tipo de atitude voluntária.
O segundo projeto é algo mais amplo, onde tenho a ideia de fazer uma Sunset Party na praia (ou uma pool party em algum hotel/club), também em parceria com o Gay Pride de Miami e a cidade e também com potenciais parceiros que aderirem a causa, com renda revertida para entidades filantrópicas locais. Sempre acreditei que, quando nos doamos, recebemos muito mais, e eu sempre tive vontade de fazer algo com essa proporção para poder ajudar quem precisa. Tenho em mente esse tipo de ação, 100% voluntária, e sem qualquer tipo de lucro comercial.

E o Brasil como fica?
Sinto tanta saudades! Das pessoas que me apoiam, das festas… O Brasil tem uma energia sem igual, mas é necessário passar por esse processo de amadurecimento que a vivência internacional nos traz, amplia nossos horizontes de uma forma que, sendo lá, provavelmente estaria estagnado. Penso que, no futuro, quando tudo estiver estabilizado, consiga voltar a cada 3 meses ou em ocasiões especiais.

Que mensagem final você gostaria de deixar para as pessoas que curtem seu trabalho?
Quero deixar um grande beijo a todos que sempre me deram tanto apoio e força ainda mais agora estando tão longe e agradecer sempre as pessoas que apostaram e acreditaram no meu talento e profissionalismo, muito obrigado. Estou com muita saudade do meu Brasil e principalmente de tocar nas festas que amo de paixão como a Fresh, SuperFestas, Superbeat e Drink’s. E claro, a todo publico que sempre segue meu trabalho, afinal não teria chegado até aqui se não fosse cada um de vocês. Gratidão é a palavra para cada um, sempre!

Bem vindo ao time Binho, e esperamos você em breve!

Categoria(s):

drops

VEJA TAMBÉM:

DIYNAMIC FESTIVAL NO LAROC TRAZ O MELHOR DO TECHNO GLOBAL

Solomun, Magdalena, Karmon, Kollektiv Turmstrasse, Lehar e HOSH virão a SP no próximo dia 27 de outubro com ingressos esgotados a meses. Confira todos os sets!

Kaskade é o protagonista da festa de 3 anos do Laroc

Com muitos motivos para celebrar, o club traz ainda Bruno Martini, Viktor Mora e residentes. Confira todos os detalhes de uma das melhores opções para curtir o feriado.

O DJ-prodígio Benjamin Sallum lança set gravado direto de festival em Berlim

O DJ e produtor de 18 anos apresentou um set de house durante o Red Bull Music Festival alemão e já está disponível na Red Bull Radio
COMPARTILHAR > COMENTAR >

CONFIRA TAMBÉM...