keeping the vibe


Ele é o cara que está comandando as pick-ups em New York. Ele não é só DJ; também é produtor e um artista musical de verdade. Estamos falando de HECTOR FONSECA.

Hector tem um sangue latino incrívelmente notável. Todas suas produções e sets possuem muita energia e espaço para as percussões. E não é só isso. Foi eleito o DJ mais sexy pela OUT Magazine. Criou o estilo “Electribal”, que é uma mistura picante e chic de vocais, electro e tribal, resultando em grande sucessos remixados para artistas como Lady Gaga, Beyoncé, Kanye West e Shakira.

Reconhecido por seu alto padrão de trabalho, Hector Fonseca criou o projeto New York Clubs Anthem, Vol. 2 & 3. Já viajou o mundo tocando em festas como Circuit Festival em Barcelona, White Party Miami, Amore em Roma, Máxima no Rio de Janeiro, Scream em Paris e Prism Pride em Toronto. Atualmente ele é residente nos clubes Parking em Montreal, Score em Miami e Reflex em Los Angeles.

Em 2009 ele foi nomeado BEST DJ/PRODUCER pela EDGE, maior publicação direcionado ao público gay no mundo.

Eu realmente não esperava por isso, mas isso mostra que com o apoio da família, dos amigos e dos fans, você pode qualquer coisa.

Ele aceitou nos conceder uma entrevista contando algumas coisas de seu trabalho e a maior de todas as novidades. Leiam:

PLUGtronic: Olá Hector! Antes de mais nada é um prazer poder fazer essa entrevista contigo e obrigado por ter aceito falar com seus fãs do Brasil.  Quando foi sua primeira vez por aqui? Sabemos que tocou na Máxima (Rio) e na Megga (SP).  Como é tocar no Brasil?

Hector Fonseca – É ótimo falar com vocês também. Minha primeira vez no Brasil foi há uns 4 ou 5 anos atrás na The Week em Florianópolis, depois São Paulo e o Cine Ideal no Rio. Eu vim para o carnaval e foi incrível! Eu toquei para cerca de 4000 pessoas em Florianópolis e tive a experiência do que é o espírito brasileiro e o entusiasmo que tem quanto a HouseMusic. Desde então tenho feito apresentações em várias festas como a Máxima, Megga e amei todas. Me sinto em casa por aqui.

PLUGtronic: Dá pra contar um pouco da sua história? Onde nasceu, cresceu? Como foi sua infância?

Hector Fonseca Eu nasci e cresci na região metropolitana da cidade de Nova York. Comecei a ouvir alguns dos melhores deejays como David Morales, Junior Vasquez, Victor Calderone, Danny Tenaglia e alguns outros. Nova York é onde a HouseMusic realmente decolou, então foi ótimo ter crescido lá. Eu ouvia muito Todd Terry quando mais jovem e ia a muitos shows de música eletrônica que as rádios locais faziam então eu acho que tive muita sorte a esse respeito.

PLUGtronic: Como a música surgiu pra você? Por que ser deejay?

Hector FonsecaA música sempre fez parte da minha vida. Quando eu era criança, às vezes minha mãe e meu pai colocavam seus discos favoritos para ouvirmos, vinil mesmo, e nos ensinaram sobre música latina, R&B, disco, pop. Cresceu uma paixão pela música desde que era bem pequeno. A partir daí vinha tentado sempre comandar o som em todas as festas que ia. Algumas vezes, enquanto eu modelava (o cara já foi modelo também) eu comecei e pensar em seguir carreira como deejay. Comecei em 2000 e aqui estou eu hoje, ainda amando isso.

PLUGtronic: Qualquer DJ no mundo quer tocar em Nova York. Como é ser DJ em NYC? Quais as dificuldades?

Hector FonsecaNYC sempre foi e vai continuar sendo um mercado muito importante na música mundial. Muitos artistas surgiram aqui. Por causa disso há uma competição feroz. Para se manter vivo você realmente tem que ser bom no que faz e ao mesmo tempo se manter humilde; lembre-se que você é apenas tão bom quanto seu último trabalho ou remix. Isso me mantém trabalhando duro. Não importa em quantas festas importantes eu toquei ou quantos TOP 10 da Billboard eu alcancei, eu sempre estou olhando para a próxima festa e o próximo remix que tenho que fazer. É verdade o que eles dizem: se você faz isso aqui, você pode fazer isso em qualquer lugar.

PLUGtronic: Sua última produção é PEACOCK (Katy Perry) em parceria com  Danny Verde. No Brasil ela aparece entre as 10 mais executadas nas baladas, acaba de alcançar o TOP 1O da Billboard Dance Chart e está com mais de 110 mil visualizações no YouTube. Como tem sido a resposta do público em relação a essa produção ao redor do mundo?

Hector Fonseca Eu fui contratado pela própria produção da Katy para fazer o remix antes mesmo da faixa ser lançada. Eles pensavam que esse single seria bem aceito na comunidade Gay e perguntaram se eu mixaria. É lógico que eu disse que faria! Eu fiz três remixes para a track e a Katy, pessoalmente, aprovou dois deles. Depois desse remix inicial ter sido aprovado e promovido eu pensei “preciso fazer um terceiro remix com menos vocal e mais som de balada”. Eu sou super fã do trabalho do Danny Verde e o conheci algum tempo e falávamos pela internet. Decidi que seria ótimo ter a colaboração dele já que temos estilos bem semelhantes e ambos trabalhos duro no estúdio para fazer nossas próprias mixagens. Ele tirou um tempo na agenda enquanto eu estava fazendo um tour pela Itália e fui à sua casa e começamos a trabalhar juntos no remix. Foi realmente muito especial e a resposta tem sido maravilhosa. Ao que parece não tem um clube que não toque essa faixa sem que seja um dos meus remixes. É muito bom ter esse tipo de apoio vindo de outros deejays e agradeço a todos eles por isso.

PLUGtronic: Alguma diferença em sua vida desde a conquista do prêmio da EDGE em 2009?

Hector Fonseca WOW!!! Esse prêmio foi de fato uma surpresa agradável. Eu concorri com algumas lendas como o Victor Calderone e o Junior Vasquez, então eu me senti bastante honrado. Muitas coisas aconteceram desde então. Fui um dos principais deejays de grandes festas como Black Party, Winter Party, Gay Disney, Parada Gay de São Paulo, Toronto e agora a Matinee-USA. E me foi pedido para oficialmente remixar alguns dos meus artistas favoritos como a Katy Perry e Kelis! Tem sido um ano incrível! Realmente.

PLUGtronic: Algum projeto novo que possa nos contar a respeito?

Hector Fonseca – Eu estou trabalhando em um álbum com material original em colaboração com alguns novos artistas e virá em 2011. Acabei de remixar Rihanna e Nicki Minaj então logo tem coisa nova. Estou trabalhando em algumas coisas realmente grandes em minha carreira que não posso comentar agora mas envolve minha música… vocês verão muita coisa em 2011!!! (e o PLUGtronic vai adiantar tudo assim que recebermos as infos)

PLUGtronic: Você é o residente oficial do Matinée Group nos Estados Unidos!  Iae, como isso aconteceu?

Hector Fonseca Eu trabalhei para a Matinée quando eles fizeram o primeiro Circuit Festival há 3 anos atrás. As atrações internacionais eram Offer Nissim, Peter Rauhofer e eu. Desde então tenho mantido contato com eles e ido a Barcelona tocar. Recentemente eles anunciaram que fariam a Matinée-USA e me perguntaram se eu não queria ser um dos deejays. Eu disse sim!

PLUGtronic: Qual sua próxima apresentação no Brasil? O que você tem de recordação do nosso país?

Hector Fonseca Estarei no Rio em dezembro, dia 05 para a Jukebox que será incrível! Soube que é uma das festas mais quentes do Rio de Janeiro e que reúne muita gente. Estou muito ansioso porque gosto de festas excitantes como essa! No dia 12 toco na White Party, em São Paulo (o PLUGtronic estará lá cobrindo a festa) da qual vocês são apoiadores. O que mais me recordo do Brasil são as pessoas, são lindas por dentro e por fora (risos)

PLUGtronic: O que há em comum entre você e o Brasil? Tem ouvido algum DJ brasileiro atualmente?

Hector Fonseca – A conexão que temos é definitivamente o amor a música. Tenho ouvido muito Allan Natal, Patrícia Tribal. Eles são jovens talentosos e isso me anima demais.  Também ouço meus grandes amigos Renato Cecin, e Paulo Pacheco que tem sido o melhor deejay do Brasil há tempos e continua sempre no topo.

PLUGtronic: Seu recado para a rapaziada!

Hector Fonseca – Obrigado por todo o apoio e amor que têm me dedicado… amo todos vocês! Hector, te vejo em minha próxima festa e a todos vocês, não se esqueçam: “I wanna see your peacock!” (risos)


Se quiser acompanhar ainda mais o trabalho do Hector – o Fonseca – você  pode segui-lo no facebook (DJ HECTOR FONSECA) ou também acompanhar seus posts no djhectorfonseca.podomatic.com.
A seguir, uma das faixas postadas por ele em sua página no Podomatic.com e a apresentação ao vivo da Katy Perry para vocês conferirem o trabalho do rapaz.

Lembrando que o HECTOR FONSECA & OREN NIZRI serão duas das atrações da White Party by Rogério Figueiredo e Rodrigo Zanardi que acontecerá no próxima dia 12 de Dezembro no espaço do Moinho Eventos, em São Paulo.

Categoria(s):

entrevistas

VEJA TAMBÉM:

WhitePartyBrazil - Xmass & B.day

Cinco motivos que nos deram o gosto do que foi a quinta edição de uma das festas mais aguardadas do ano, a White Party by Rogério Figueiredo e produzida por Rodrigo Zanardi.

DJ Sound Awards 2010

Dia 14 de dezembro. A maior premiação da música eletrônica brasileira - confira os indicados.

Rogério Figueiredo criando sorrisos com sua White Party

O PLUGtronic conversou com Rogério Figueiredo, que trouxe o conceito da White Party para o Brasil, ele conta pra gente como tudo começou e fala da importância da festa para [...]
COMPARTILHAR > COMENTAR >

CONFIRA TAMBÉM...